segunda-feira, 16 de janeiro de 2012

Escrita por Iris Abravanel, novela Corações Feridos estreia hoje no SBT

Originalmente marcada pra estrear no segundo semestre de 2010, finalmente a novela Corações Feridos estreia hoje no SBT.

A novela escrita por Iris Abravanel, inspirada no folhetim original “La Mentira”, de Caridad Bravo Adams, tem como ponto de partida o cafezal da fazenda Grão Doce, de Rodrigo Sotelli (Paulo Zulu). Rodrigo toca o agronegócio e está feliz com o sucesso da venda da primeira safra de sua produção, antigo sonho de seu falecido pai.

Praticamente criado por Rodrigo, Eduardo (Flávio Tolezani) formou-se em engenharia civil na Europa. Ao retornar a São Paulo para rever o irmão e conhecer a fazenda dele, descobre que Rodrigo sofreu uma tragédia.

Motivado pelo ódio e pela vingança, Eduardo decide investigar os detalhes do acidente. No princípio, o acidente fatídico sofrido por seu irmão foi provocado por uma misteriosa namorada, que roubou suas economias, abortou seu suposto filho e, de forma rude, acabou com o relacionamento.

Uma foto, cartas, um pingente antigo com a inicial “A” e um anel de noivado que foi devolvido foram os vestígios que restaram dessa mulher. Eduardo recebe essa triste notícia quando chega ao vilarejo, onde Rodrigo havia comprado suas terras para plantio de café e a implantação de uma indústria. Lá conhece Eliseu (Junno Andrade) e o Dr. Michel (Marco Antonio Pâmio), casado com Regina (Eda Nagayama) e único médico da cidade.

Dante Vasconcelos (Antonio Abujamra), escritor, conselheiro e orientador de todo o povoado, é quem ajuda Eduardo, que deseja vingança a qualquer custo.
Eduardo descobre que Rodrigo tinha um envolvimento financeiro com a família Almeida Varela, a mesma de Vitor (Victor Pecoraro), seu contemporâneo da Europa. Mas, mais que isso, Almeida Varela é o sobrenome da mulher que provocou o acidente de Rodrigo.

Atrás de vingança, Eduardo viaja para a capital paulista em busca dos escritórios do banco da família Almeida Varela. Ele descobre que seu irmão trabalhou na empresa, e lá conheceu sua suposta noiva. Rodrigo teria deixado o banco para comprar a fazenda com o intuito de fazer a própria fortuna e se casar com a mulher pela qual se apaixonou. Eduardo descobre também algumas transações financeiras fraudulentas que esvaziaram as reservas do irmão. No banco, Eduardo encontra Vitor, que o convida para a festa que a mãe Vera (Jacqueline Dalabona) fará em sua homenagem.

Na festa, Eduardo conhece as primas, ambas com nomes começados pela letra “A”: Amanda (Patrícia Barros) e Aline (Cynthia Falabella). Levado pelas intrigas de Aline, Eduardo acredita que Amanda é a dona do pingente e a causadora de todo o drama do irmão. Para colocar em prática seu plano de vingança, Eduardo envolve a jovem emocionalmente e acaba por se casar com ela, para desespero de Vitor, que a ama.

Olavo Almeida Varela (Paulo Coronato) é o patriarca de uma família muito rica e influente em São Paulo. Ele é casado com Vera. O casal tem um filho, Vitor, que esteve na Europa a trabalho e agora está de volta. Os dois acolheram e criaram as sobrinhas Amanda e Aline. As meninas não foram adotadas pelo temor de Vera, que não queria que seu filho Vitor tivesse que dividir a herança.

Olavo, proprietário de um banco, herdado por mérito do senhor Peixoto, vê em Vitor o seu sucessor. Mas seu filho é uma pessoa de personalidade fraca, que vive sob as asas da mãe. Amanda tem boa relação com Vitor, mas é Aline quem quer se casar com ele, para se tornar a herdeira da fortuna da família.

O patriarca da família Almeida Varela desconfia da união de Eduardo e Amanda, principalmente pela urgência com que Eduardo tem em voltar para a fazenda Grão Doce, tão distante de tudo. Vera aprova o relacionamento, uma vez que quer reservar seu filho para Aline, que aspira ser a senhora Almeida Varela e já começa a tramar seu casamento com o herdeiro.

Aline torce pelo casamento de Amanda e sua consequente ida para muito longe. Toda essa situação contribui com os interesses dela e os de Flávio (Ronaldo Oliva), seu amante, traficante e ladrão de automóveis. Flávio ministra um curso de literatura em seu apartamento, disfarce para aliciar jovens e torná-los viciados em drogas. Aline prossegue com o affair para esconder o relacionamento que teve com Rodrigo.

Flávio é responsável pela dependência de vários jovens. Camila (Rita Batata) e Dinho (Bruno Autran) são dois deles. Ambos foram várias vezes internados e preocupam demais os pais. Olavo cria uma fundação para cuidar de jovens desviados e ajuda os pais de Dinho, Breno, Nídia, Camila e Cinira (Simone Zucato). O banqueiro coloca Aline como presidente da instituição, o que aumenta as possibilidades criminosas de Aline e Flávio.

No grupo financeiro de Olavo, trabalha um inescrupuloso fiscal, encarregado de uma auditoria aparentemente normal em instituições financeiras. Ele comenta com Olavo que encontrou algumas irregularidades e uma delas é um fluxo de dinheiro muito grande em nome de um tal Ibrain Nabal (Alvise Camozzi), um poderoso traficante, conhecido somente por Nabal. Tudo é uma armação. O perigoso bandido integra a quadrilha que inclui Flávio e Aline.

Olavo tem um amigo que é investigador da polícia. A pedido do banqueiro, o policial reabre as investigações sobre a morte de Dr. Nicolas (Norival Rizzo) e investiga a instituição que Aline dirige, pois os jovens internados no local saem piores do que quando entram.

Iris Abravanel explica que o título da novela tem uma razão. Eduardo e Amanda somente poderão se unir com os ‘corações feridos’. Antes, com os conflitos, não há condições para esse grande amor se concretizar. Eduardo imagina que Amanda planejou o acidente do irmão. Então, resolve seduzi-la para depois se vingar, maltratando-a física e psicologicamente. Quando descobre que Amanda é inocente, é tarde demais. A dor provocada por ele, induzido e manipulado por Aline, provoca profunda ferida na alma de Amanda.

Outros personagens da novela:
Eloísa (Elaine Mickely) é mãe de Amanda (Patrícia Barros). Abandonou a filha quando ela tinha apenas 3 anos de idade. Só aparece depois de Amanda ter se casado. É uma mulher cheia de vida que chama a atenção de todos por sua classe e beleza. Depois de ter abandonado Aluísio, o pai de Amanda, casou-se com um homem de grande fortuna e se mudou para a Europa. Após ficar viúva, volta para São Paulo, para tentar conquistar o amor da filha. Quando ela chega, Amanda, sem saber que é sua própria mãe, a hostiliza. Eloísa conta com a ajuda de Eduardo e Glauco (Beto Nasci) para aproximá-la da filha.
Lucy (Lilian Fernandes) – Irmã de Vera, é a tia divorciada da família e muito bem resolvida com relação a isso. É uma mulher alegre, espontânea e vaidosa. Vive confortavelmente numa grande casa, no litoral de São Paulo, adquirida na divisão de bens de seu divórcio. Gosta de visitar a irmã e sua família, com quem se dá muito bem. Com o passar do tempo, passa a morar na casa da família Almeida Varela. Vai ter um relacionamento com Hélio (Blota Filho), assessor de Olavo no Banco Varela. Ela esconde um romance do passado.
Hélio (Blota Filho) – Trabalhador e honesto, braço direito de Olavo no banco. Robusto, brincalhão e galanteador. Pessoa agradável e boa de estar por perto. Amigo íntimo dos Almeida Varela, está sempre presente na casa da família. É apaixonado por Lucy (Lilian Fernandes), irmã de Vera.
Tita (Elisabeth Hartman) – Distinta governanta da casa da família Almeida Varela. Senhora educada e de bom caráter. Cuida da casa e da família como se fosse sua. Acompanha Olavo desde a juventude e é muito respeitada por ele. Gosta de cuidar de tudo pessoalmente, tornando-se uma “faz de tudo” dentro da casa. Para não ter mais ninguém por perto a ajudando, tenta dar conta de todo serviço, até contratarem Glória (Isabeau Christine). Enciumada, implica com todo serviço de Glória. Adora Amanda (Patrícia Barros) e procura apoiá-la nos momentos mais difíceis. Não gosta de Aline, pois acha ela é falsa.
Glória (Isabeau Christine) - Empregada da casa família Almeida Varela. Mulher simples e um pouco atrapalhada. Sempre levando broncas de Tita, até quando não tem culpa. Divide o tempo do trabalho entre a labuta e as trocas de gracejos com Daniel (Fran Landin). Sua rival é Aline, pois a acha insuportável e falsa.
Daniel (Fran Landin) – Motorista da família Almeida Varela, é fiel ao patrão e à família. Eventualmente, auxilia Tita na cozinha. É sempre solícito para ajudar qualquer um da casa, menos Aline. É sempre sério no seu serviço, tem certa cumplicidade com Olavo, e enquanto estão no carro, conversam sobre negócios e família.
Diego (Ricardo Homuth) – Advogado e amigo de Olavo. É pai de Yuri (César Negro) e presta serviços para o Banco Varela. Homem sério e tranquilo. Faz parte das reuniões de xadrez e café na casa de Olavo.
Silvia (Adriana Lessa) – Esposa de Diego e mãe de Yuri (César Negro). Mulher fina, de estirpe e muito divertida. Sempre anima as festas. Conheceu Eloísa, mãe de Amanda, em um de seus cruzeiros.
Yuri (César Negro) – Filho do advogado Diego. Yuri é amigo de Vitor e toda a família Almeida Varela, assim como seu pai. Rapaz de classe média alta, com grande senso de justiça e caráter correto. Ele nunca permite que alguém se aproveite de uma situação ou de alguém da maneira errada. Sempre disposto a ouvir seu amigo Vitor, é descontraído e mulherengo, não procura um relacionamento sério.
Ronaldo/Roni (Marcelo Góes) – Mecânico, mais conhecido como Roni. Trabalha para Nabal e toma conta de várias mecânicas, que na verdade servem de fachada para desmanche de carros, e também funcionam como pontos de droga. Seu caráter, logicamente, é duvidoso, e ele não é fiel nem mesmo ao seu superior e aliado de crimes.
Bianca (Jacqueline Sato) – Moça alegre e meiga. É confidente e melhor amiga de Amanda. As duas participam juntas do teatro. Simples e discreta, sua maior preocupação é tentar ajudar Camila e Dinho a saírem das drogas. Vive na casa dos pais.
Mila (Larissa Eberhardt Prado) – Fiel secretária de Olavo e, também, da diretoria no banco. É muito eficiente e responsável. Bonita e jovial, mas não usa esse artifício para conseguir o que quer. É chocólatra.
Janaina (Lívia Andrade) – Mulher do campo, humilde, bonita. Sonhadora, e esperta, se preocupa com seu futuro, em casar e ter uma boa vida. Trabalha como empregada na fazenda de Rodrigo. Logo após a morte do patrão, passa a servir Eduardo, por quem se apaixona e o idealiza como homem perfeito. Dá em cima dele e rejeita as cantadas do empregado Luciano (Cláudio Andrade).
Luciano (Cláudio Andrade) – Homem simples do campo, trabalha na fazenda de Rodrigo, que será herdada por Eduardo. Sempre disposto a ajudar e colocar a mão na massa. Seu trabalho é braçal, é fisicamente apto para isso. É bonito, mas não se valoriza, sempre com a barba mal feita, cabelo despenteado, mãos grossas e unhas sujas do trabalho no campo. Fiel ao seu patrão, Eduardo, não encontra dificuldades em se submeter a ordens de superiores. Como cresceu vendo seu pai beber e fazer mal à família, não aprecia a bebida. Usa isso como ponto a seu favor, na tentativa de conquistar Janaína. Entretanto, seu jeito “casca grossa” não contribui, porque o que Janaína quer é ficar com o patrão. Luciano não irá desistir de conquistar Janaína.
Glauco Lancastro (Beto Nasci) – Um homem bom, ativo, viril e enxuto. Divorciado há alguns anos, vive em função do trabalho na área de importação e exportação e viaja bastante a negócios. Possui uma fazenda no interior de São Paulo, onde cria cavalos. Solitário, ao conhecer Amanda irá ajudá-la em muitas situações.
Maria (Lena Whitaker) – Mãe caipira, solteira de Vivi (Larissa Manoela), trabalha na fazenda como cozinheira, mas sabe fazer todo trabalho da roça. Mulher recatada e mansa. A única que a tira do prumo é Janaina. Ágil, e sempre disposta para o trabalho doméstico, além de cozinhar muito bem. É leal a Amanda e faz da estada dela na fazenda algo menos impraticável. Gosta de Eliseu (Junno Andrade).
Priscila (Milena Ferrari) – Mulher jovem, bonita, sedutora. Formada em fotografia, é apaixonada pelo que faz. Vivia na Europa. No Brasil, vai viver com o tio, Glauco Lancastro. Mulher descolada e sensual, mas ao mesmo tempo não gosta de ficar sozinha nos lugares, como uma espécie de fobia. Conhece Eduardo, por quem se apaixona. Fará tudo para conquistá-lo e atrapalhar o relacionamento dele com Amanda.
Viviane/Vivi (Larissa Manoela) – Filha da cozinheira Maria, é muito parecida com a mãe no seu jeito bondoso de ver a vida. Tem traços leves e um rosto sereno. É uma criança extrovertida e sensível. Entende bem o que se passa à sua volta e tenta colaborar bastante com sua mãe. Fica muito próxima de Amanda, e a ajuda, com sua amizade e carinho, a suportar os maus tratos e o desprezo do marido Eduardo.
Loreta (Iara Jamra) – É uma mulher exuberante, simples e alegre, que não tem medo de amar. Dona de uma loja de armarinho, também trabalha como costureira. É amiga de Regina, esposa do único médico da cidade. Apaixona-se por Dante, um escritor solteirão do vilarejo, amigo e bom conselheiro. Loreta é bisbilhoteira, gasta boa parte do tempo fofocando, com a turma de tricô de sua loja de armarinhos, e quer saber da vida dos outros. Extrovertida, expansiva e sincera, chega a constranger Dante. Apesar de ser o oposto dele, que é intelectual e culto, Loreta consegue atrair sua simpatia. Dante passa a admirá-la por sua espontaneidade, liberdade e principalmente por sua simplicidade em encarar a vida. Loreta é intensa.

A emissora não divulgou o Plano Comercial da novela, que estreia com um patrocinador, a Colgate-Palmolive, divulgando o produto Colgate Luminous White.

Corações Feridos foi escrita por Iris Abravanel, inspirada na obra “La Mentira” de Caridad Bravo Adams, e tem direção Del Rangel.


Corações Feridos estreia dia 16 de janeiro, às 20h30.
Vai ao ar de segunda a sexta-feira, das 20h30 às 21h30.
Novela exibida em alta definição (HD) e classificação indicativa: 10 anos.


Fonte: Assessoria de Comunicação do SBT




blog comments powered by Disqus