domingo, 20 de março de 2011

Versão brasileira de Redelde estreia amanhã na Record

Seis jovens com problemas diferentes, mas todos com uma grande paixão em comum: a música. Em meio às crises da adolescência e aos conflitos pessoais, eles se unem graças à convivência na escola para fazer o que mais amam, formando uma banda.


Personagens

Pedro Costa (Micael Borges): Inteligente. Forte, impulsivo, valente e tenaz. Não se importa com convenções sociais, muito menos com regras que ele julga absurdas. Um rebelde por natureza e também por necessidade: ele quer vingar a morte do pai e o sofrimento da mãe. No entanto, ele acaba se apaixonando por Alice Albuquerque, filha do inimigo. Pedro tem uma paixão secreta: a música. Ele toca violão e faz melodias lindas. Além da música, Pedro adora um futebol de praia e vôlei. Vai sofrer muito na escola, pois seus adversários querem ver o rapaz expulso da escola. Pedro conduz os Rebeldes mesmo sem querer, é um líder nato com muito talento para causas perdidas. Defensor da verdade e da sinceridade, sério oponente de Jonas. Aliado de Vicente na guerra contra as regras mais rígidas da escola e um herói do começo ao fim.

Alice Albuquerque (Sophia Abrahão): Finge ser uma menina mimada e sem coração. Muito preocupada com a beleza, está sempre com uma boa escova e um batom na bolsa. Possessiva, ciumenta, mandona, fiel, determinada e tem uma fé absoluta na verdade e na justiça. Para muitos poucos ela mostra seu eu de verdade. Alice é Rebelde e quando está sozinha, compões letras lindas que vão de encontro às melodias de Pedro. Alice também se apaixona por Pedro e também não gosta dessa emoção: acha o rapaz mal vestido e grosseiro. Busca o afeto do pai distante e é também uma líder natural: as meninas imitam o comportamento de Alice, querem sempre saber do que ela gosta ou do que ela não gosta. Alice segue em busca daquilo que acredita: uma vida de sucesso.

Roberta Messi (Lua Blanco): É a mais vivida do grupo, talvez por ter sido criada de forma diferente. Roberta é filha de uma cantora famosa e viveu cercada por artistas, mas busca sua própria identidade. Para evitar confrontos com o coração, Roberta se esconde atrás de uma máscara de menina má. É independente, arrojada e forte. Roberta e Alice se estranham no início, mas a música irá unir essas duas moças de temperamentos tão diferentes. Roberta vai se apaixonar por Diego que será o dono do coração dessa rebelde.

Diego Maldonado (Arthur Aguiar): Nasceu em uma família poderosa de políticos e empresários bem sucedidos. Diego sempre teve tudo o que queria menos a atenção do pai, que é um homem ocupado e sem tempo para os filhos e a mulher. Diego adora o poder que o dinheiro dá e sabe que tem o melhor estilo da escola. É um rapaz bonito, que atrai as meninas tanto pela beleza quanto pelo dinheiro. Quando conhece Pedro se vê desafiado pelo talento do outro. Diego também compõe músicas, mas faz escondido da família, que abomina hábitos rebeldes. Mas Diego é Rebelde, ainda mais depois de descobrir que o pai não é aquele homem íntegro que ele pensava que fosse e que paga para o filho passar de ano. Diego pede ajuda para ser um bom estudante e ingressa na banda clandestina formada pelos rebeldes da escola.

Tomás Penedo (Chay Suede): Nadador, a maior preocupação de Tomas é o sexo. Quer ter todas as garotas que puder e quando consegue um beijo, espalha que passou a noite com a menina. Mimado demais, é o filho caçula de uma família rica e tradicional. É daquele tipo que perde o amigo e jamais a piada. Doa a quem doer, Tomas quer mais é se divertir. Em princípio, ele entra para o grupo musical para arrumar garotas - ele sabe que músicos são populares entre as elas. Mas Tomas tem talento e começa a compor junto com Pedro e Alice. Tomas canta muito bem e através da música o rapaz vai descobrir que a vida não é feita só para sexo e diversão.

Carla Ferrer (Mel Fronckowiak): Tem um corpo escultural, mas sofre com a ditadura da magreza. Quando fica nervosa, ataca doces e chocolates. Compulsiva, morre de medo de ficar gorda demais porque quer ser bailarina, sonho que Carla não tem coragem de dividir com ninguém. Carla treina dança sozinha, pois tem vergonha do corpo e sofre alguma pressão para perder peso. É a última menina a entrar na banda. Acontece por acaso: Carla gosta de dançar e cantar, mas é tímida demais para fazer isso em público. Pedro um dia escuta a voz belíssima de Carla e a convida para entrar no grupo. Ela recusa, por vergonha. Acontece que Carla é apaixonada por Tomas e quando ele a convida, ela não consegue negar. É Carla quem começa a fazer as coreografias para a banda e se sai muito bem. Meia irmã de Becky.

Pilar Araripe (Rayana Carvalho): Filha do diretor da escola, mimada, invejosa e mentirosa. Pilar não tem o menor compromisso com a verdade. Sabe tudo o que se passa na escola por saber dos segredos dos alunos e se aproveita disso para ter poder. Pilar faz um jornal escondida e escreve tudo que é fofoca, as verdadeiras e as que ela inventa. Apaixona-se por Pedro e não admite ver o rapaz com outra menina. Por causa dela, Pedro quase perde a bolsa de estudos por diversas vezes. Pilar tem uma relação mentirosa com o mundo: ela mostra para as pessoas aquilo que ela acha que as pessoas querem ver e manipula quem quer.

João Alves (Michel Alves): Irmão de Lupi. A família era pobre e, com o esforço do irmão, enriqueceram. João tem vergonha da origem humilde e esconde a família de todos os amigos, ou melhor, de toda a escola. Apaixonado por Pilar, ele faz o que pode para ser aceito no seleto grupo da moça. Mente por ela e com ela. Arma situações para separar casais, acabar com festinhas escondidas e não deixa os pais aparecerem na escola em nenhum evento.

Márcia Luz (Carla Diaz): Está na escola faz tempo. Entrou ainda menina e batalha muito para ficar. É bolsista, ótima aluna. Orgulhosa, quase obsessiva na busca da verdade. Órfã, saiu de um orfanato direto para a escola e descobre que não entrou por conta própria: alguém paga seus estudos e ela precisa saber quem é. Não quer namorar, não quer cantar, não quer nada a não ser estudar e provar que pode ser alguém na vida. Márcia nunca chora em público. Solitária, teima em não mostrar a ninguém o que sente. Tem apenas um amigo, Téo.

Téo Marques (Bernardo Falcone): Tímido, adora computador. Suporta todo o tipo de brincadeiras dos amigos que debocham do seu jeitão tranquilo e solitário. Amigo fiel de Márcia e Alice. Na verdade, ele é amigo de quase todas as meninas, apesar de não ficar com nenhuma. É bolsista também e não tem a menor vergonha do fato. Estuda muito para não perder a bolsa e tem orgulho de ser quem é.

Vitória Paz (Perola Faria): Entrou na escola como bolsista e tem um sonho: casar com um rapaz rico e de boa família. Vive com o irmão, Artur, na Vila Lene. Artur tenta controlar Vitória sem nenhum sucesso, já que ela é independente e sabe o que quer, apesar de toda a aparência romântica.

Jonas Araripe (Floriano Peixoto): Diretor da escola, vive para organizá-la e lucrar com ela. Não tem o menor controle sobre a filha, a quem imagina uma menina doce. Viúvo, não casou de novo e é alvo de todas as mães divorciadas ou viúvas da escola. Engraçado no trato com a garotada, rígido nas regras da escola que todos burlam sempre que podem. Jonas tem uma queda por Teresa, a dona da cantina, mas não dá o braço a torcer. Os dois são amigos quando não tem ninguém mais por perto. Jonas não gosta de Pedro, pois acha o rapaz péssima influência para os outros alunos e faz o que pode para tirá-lo das aulas. No entanto, Vicente, professor e mentor de Pedro, está sempre atento.

Leonardo Maldonado (Juan Alba): Pai de Diego, homem poderoso, controla quatro empresas bem sucedidas e ainda visa cargo na política. Cria Diego para ser seu sucessor e fica possesso quando descobre que o filho tem inclinações artísticas. No mundo de Leonardo não existe lugar para arte, emoção e sensibilidade, mas no fundo tem uma queda por Silvia. Leonardo teve um caso entre um casamento e outro e desse caso nasceu Márcia. A mãe da menina morreu cedo e ele não sabia onde encontrar a filha, mas contratou detetives para procurá-la. Jamais assumiu o papel de pai, mas paga os estudos dela em completo anonimato.

Eva Messi (Adriana Garambone): Uma cantora de sucesso, que teve a filha Roberta quando tinha 16 anos e a criou como uma irmã mais velha. Não colocou limites, não soube controlar a menina e hoje é muito ocupada com a carreira para perceber que a filha precisa dela. Eva é mimada, cheia de vontades, mas tem um coração bom e o sonho secreto de encontrar um verdadeiro amor. Tem uma bipolaridade acentuada e faz da vida dos outros um inferno quando está de mau humor. Ama a filha, mas ainda tem um lado rebelde dentro dela, que se recusa a crescer e assumir responsabilidades com a prole. Vai se apaixonar por Leonardo e quem sabe viver um grande amor.

Franco Albuquerque (Luciano Szafir): Pai de Alice, um homem rico, herdeiro de um império: é dono de uma cadeia de lojas de elite. Adora a filha, mas passa pouco tempo com ela por conta dos compromissos familiares. Viúvo, não quer mais casar, mas se diverte com as mulheres que aparecem na vida dele. Tem uma queda por Eva, mas tem receio em se envolver com ela porque sabe que seria um problema.

Elizabeth Costa (Claudia Lira), a dona Beth. Mãe de Pedro. Dedicada aos filhos, acaba trabalhando com Franco, pois é uma modista de mão cheia. A paixão entre os dois acontece sem que ambos notem. Beth é amiga de Teresa e também ajuda na cantina da escola para ter algum dinheiro, pois o emprego na loja de Franco demora a acontecer. Vai causar furor quando se mudar para a Vila Lene.



Raul Costa (Lucas Cotrim): Irmão de Pedro e garoto problema. Um rebelde por natureza. Quer ser rico e não admite que Pedro estude na escola cara e ele na escolinha do bairro. Raul inferniza a vida da mãe e do irmão, mas as coisas melhoram quando Franco descobrir no menino a capacidade que ele tem de jogar bola.

Teresa Silva (Cristina Mullins): Cozinheira de mão cheia, tem uma cantina na escola e uma paixão secreta por Genaro. Mora na vila e adota todos os jovens no coração. Na casa dela eles se encontram para cantar e compor.

Genaro Zanetti (Edwin Luisi): Divertido, generoso, amigo de todo mundo, mas não consegue esconder a frustração com a vida que leva: sempre quis ser uma pessoa fina, sofisticada, seu sonho era ter um bar charmoso, moderno, bem freqüentado. Ele tenta fazer isso em seu próprio bar, inventando bebidas, mudando o cardápio do almoço, colocando cópias de quadros famosos nas paredes, mas o resultado sempre deixa a desejar. Viúvo, tem uma filha, Cilene. Acaba se enrolando com as viúvas e separadas ricas. Genaro guarda um segredo dentro de um armário que ele mantém fechado a sete chaves. Vaidoso, compra roupas boas em liquidações e é moderno. Tem uma relação de amor e ódio com Teresa.

Cilene Zanetti (Karen Marinho): Filha de Genaro, jovem muito séria. Em parte para compensar a morte da mãe, em parte para compensar as extravagâncias do pai, Cilene acabou se tornando uma pessoa fechada e tímida. Não ri de nada e é incapaz de entender uma ironia. Não sabe o que é relaxar, já que está sempre ocupada com alguma coisa, se não está trabalhando, está estudando. Sofre de um TOC profundo - quando anda na calçada precisa pisar com o pé esquerdo a mesma quantidade de ladrilhos pretos com que pisou com o direito. Está sempre arrumando tudo por onde passa. Não liga para dinheiro. Aos poucos irá relaxar e se soltar, especialmente porque irá se apaixonar por Lupi.

Pingo (Sylvio Meanda): Ajudante de Teresa. Mora com ela e a leva à loucura porque tem uma preguiça absurda. Simpático, irá ajudar muito Carla quando a menina começar a sofrer de bulimia. Pingo esconde seu verdadeiro nome, não se sabe se é por vergonha ou simplesmente porque ele adora ser o centro das atenções.

Silvia Torres Carvalho (Cássia Linhares): Uma vilã engraçada. Foi riquíssima, mas hoje vive de aparência. Mora em uma casa grande e decadente. Foi casada duas vezes: o primeiro marido morreu e o segundo faliu, levando com ele tudo o que Silvia tinha de dinheiro. Silvia vive para dar golpes: quer um marido rico e se oferece para dar aula de etiqueta na escola de Jonas. Quando conhece Genaro, acha que ele é rico e investe nele também.

Débora Torres (Lisandra Parede): Sobrinha de Silvia. Mora com a tia, pois os pais morreram há muito tempo. Débora quer subir na vida e não mede conseqüências. Vai dar em cima dos coroas ricos e acaba se apaixonando mesmo por Vicente, um rapaz que não tem um tostão.

Vicente Campos (Eduardo Pires): Mora em uma antiga fábrica na Vila Lene e para pagar o aluguel divide o lugar e aluga quartos para amigos. Inteligente, é o mais novo professor da escola de Jonas. Dá aula de português, formou-se em letras e fez mestrado. Tem uma paixão secreta: quer ser artista plástico e tira fotos muito bem. Determinado, Vicente se apaixona pela moça mais burrinha que ele já viu na vida: a Becky.

Bernarda Pires, a Becky (Lana Rodrigues): Modelo profissional. Engraçada, desengonçada. Amiga de todos os rebeldes e sem noção de nada: ela tem uma lógica própria e deixa a todos completamente aturdidos com isso. Os meninos da escola cedo ou tarde se apaixonam por ela, que não está nem aí: quer ter sucesso profissional. Becky canta também.

Lupicínio Alves, o Lupi (Rocco Pitanga): Ficou rico com algum programa para a internet e hoje tem uma empresa dentro de casa. Mora com os pais. Lupi conseguiu tudo o que sonhou muito cedo e agora resolve se reinventar. Vai dar aula na escola de Jonas, no laboratório de Informática. Lupi não acredita mais em paixão e no amor, após ter sido abandonado pela noiva poucos dias antes do casamento. Ajuda a garotada, tem carinho por eles. Vai se apaixonar por Cilene. Débora também entrará na disputa quando descobre que o rapaz é muito rico e que dá aulas por prazer.

Dalva Alves, a Dada (Zezé Motta). Mãe de Lupi, se torna grande amiga de Teresa e dona Beth. O único problema na vida de Dadá é o marido, Alceu, que bebe muito. Dadá é uma mulher forte, engraçada, canta muito bem e adora o filho.

Alceu Alves (Antonio Pompêo): Boa pessoa, mas fraco na bebida. Não é violento, mas fica desagradável quando bebe e se recusa a frequentar reuniões ou grupo de apoio para o alcoolismo. Anos atrás Alceu assinou contrato com uma gravadora, mas o disco nunca foi gravado. Ele diz que por conta dessa decepção bebe de vez em quando, mas na verdade bebe sempre que tem uma oportunidade. Briga na justiça até hoje pelo direito de indenização da gravadora.

Beatriz Alves (Juliana Xavier). Adolescente, a caminho de ser rebelde. Tem uma queda por Raul quando conhece o menino. Adora Teresa e Pingo.

Artur Paz (Daniel Erthal): Irmão de Vitória. A vida de Artur sempre foi definida pelo colégio: estudou lá desde a adolescência, se formou com excelentes notas, e para ele foi muito doloroso sair e fazer uma faculdade (de matemática), pois foram quatro anos sem amigos e sem vida social. Isso porque Artur é um chato, do tipo que sabe e se orgulha disso. Tanto que, assim que se formou, voltou correndo para o colégio, agora no papel de professor. Tem como ídolo Jonas Araripe, seu mentor e líder para toda a vida, por quem nutre imensa admiração e uma devoção que beira o "puxa saquismo" da pior qualidade. Sonha em um dia virar o diretor da escola. Metódico, rígido, irá conflitar com Vicente. Nutrirá uma paixão impossível justamente por Cilene, em quem vê uma alma gêmea.

Luciana Pontes, a Luli (Andrea Avancini): Assistente de Eva. O sonho de Luli é ser bailarina, cantora. Bom caráter, fofoqueira, não pode saber de nada que logo passa pra frente. Confidente de Roberta quando a moça está em casa.

Helena Ambrust (Nanda Ziegler): Sempre gostou de moda, fez faculdade fora do Brasil e hoje trabalha com Franco Albuquerque. Helena faz de tudo para não demonstrar que ama Franco. Suporta as mulheres na vida dele por saber que ele jamais amou nenhuma. Ela tem paciência e sabe que ele depende dela em quase tudo. É uma mulher sensível, inteligente e tranqüila até a entrada de Beth na vida de Franco. Helena perde o rumo, pois dessa vez sabe que Franco está apaixonado e vai fazer o que puder para impedir essa relação. Ela irá revelar o lado sombrio de sua personalidade. Talvez encontre a reciprocidade de um amor sereno com Artur, que vai se apaixonar por ela assim que a conhecer.

Ofélia (Eliana Guttman): Avó de Tomás. Gananciosa, forte, uma mulher que não mede nada para ter o que quer. Faz de tudo para manter Tomás longe do dinheiro que o pai deixou para ele. Internou a filha longe do Rio para ter total controle sobre a vida do neto.




A trajetória do herói

Morador do interior do Rio de Janeiro, Pedro Costa vive para a mãe, Dona Beth (Claudia Lira), e para o irmão, Raul (Lucas Cotrin), desde que o pai se matou depois de perder tudo o que tinha. Para ajudar em casa, Pedro trabalha em uma oficina mecânica e estuda à noite. Orgulhosa do filho, mas também muito interessada em lhe dar uma vida melhor, Dona Beth batalha sigilosamente junto aos amigos poderosos para que o filho vá para o Rio de Janeiro estudar em uma escola privada muito boa. E ela consegue. Jonas Araripe (Floriano Peixoto), o diretor da escola, aparece para ver o rapaz a pedido do prefeito da cidade, pois é amigo de políticos e pessoas influentes. A capacidade intelectual de Pedro deixa Jonas impressionado e, por isso, ele convida o garoto para ingressar em sua escola. Lá, Pedro enfrenta um mundo absolutamente novo, onde há injustiças e onde se convive com pessoas de muito dinheiro e poder. Ele conhece um grupo de rapazes e meninas que, como ele, também luta por um objetivo na vida: a música.


A mocinha amargurada

Aparentemente fútil, preocupada apenas com a vida social, Alice conhece Pedro nos corredores da escola. Uma antipatia fenomenal toma conta dos dois no começo. Eles lutam contra os próprios sentimentos. Pedro quer destruir a família da menina e Alice luta contra amar alguém tão diferente, principalmente no nível social. Mas o coração tem razões que a própria razão desconhece. Quando Alice começa a frequentar a Vila Lene vai descobrir que o amor familiar é uma coisa que existe.


Crises familiares

Do outro lado da moeda, temos Roberta Messi e Diego Maldonado. Ela com as inseguranças que a vida trouxe por ser filha de uma mulher linda e famosa, mas que não sabe sua função de mãe e ele com um pai que usa o dinheiro para cobrir sua ausência. Os dois vão fazer parte de um grupo que compõe e canta escondido. Roberta se identifica com a vida que já conhece e tem verdadeira paixão pela música. Diego tem um lado rebelde que não se conforma, já que não quer assumir os negócios da família como planeja seu pai. No meio disso tudo, Roberta vai ter que tirar a máscara de menina má e deixar de fingir ser uma mulher vivida, para ser apenas ela mesma: uma moça sensível, com um talento e um carisma imensos. No começo terá problemas com Alice, mas, ao longo do tempo, as duas acabam se entendendo e viram grandes amigas. O mesmo acontece com Diego e Pedro, que se aliam através do amor pela música.


Ditadura da beleza

Tomás é um jovem bonito, que quer mais é se divertir. Herdeiro de uma grande fortuna, ele faz parte de uma família de golpistas. Através da música, vai descobrir que a vida não é só diversão. Carla é bolsista e sofre com a ditadura da magreza. Ama dançar. A adolescente, que tem o corpo escultural, vai se apaixonar por Tomás.


A Vila Lene e seus moradores

Depois de ser aceito na escola e se mudar para o Rio de Janeiro para lá estudar, Pedro e sua família chegam à Vila Lene. Dona Beth logo fica amiga de Cilene (Karen Marinho) e de Genaro (Edwin Luisi), que lhe aluga uma casa para que ela possa ficar perto do filho. Ainda na Vila Lene, Genaro e Teresa (Cristina Mullins) também estão do lado do bem, trazem comédia e leveza para a trama e ajudam a garotada sempre que podem.


O bem e o mal

Para infernizar os “rebeldes”, ninguém melhor do que Pilar (Rayana Carvalho). Uma menina que cresceu achando que o mundo é aquilo que ela idealiza. Venenosa, mentirosa e extremamente perigosa. Ela se apaixona de verdade por Pedro, mesmo sabendo que ele gosta de Alice. Para separá-los, Pilar joga sujo e tenta por diversas vezes convencer o pai, Jonas, a expulsar o rapaz da escola.

Em contrapartida, Pedro conta com a proteção de Vicente (Eduardo Pires), professor da escola. Homem de boa índole que faz de tudo para proteger seu aluno.


Elite Way

Uma escola completamente diferente de todas que existem no Brasil. Rígida, voltada para os estudos e os esportes de elite. Idealizada pelo diretor Jonas, foi construída graças à herança que ele recebeu de um tio rico há quinze anos. Isso porque, visionário, Jonas sempre sonhou em ter uma escola de ensino médio diferenciada, onde os jovens pudessem ficar a semana inteira dedicados aos estudos e às atividades intelectuais, sem esquecer das físicas.

Hoje, o colégio é um sucesso. Ricos e influentes de todo o país brigam por uma vaga para os filhos e o diretor se dá ao luxo de escolher os alunos. Mas também são concedidas bolsas de estudo para jovens pobres. Tudo porque elas são descontadas do imposto de renda e, com isso, Jonas posa de bom samaritano e paga menos ao governo.



A novela – a segunda em parceria da Record com a mexicana Televisa – inaugura um novo horário de novelas do canal - às 19h. São previstos 200 capítulos.

O folhetim é gravado principalmente no estúdio H do complexo RecNov e na cidade-cenográfica armada em Ilha de Guaratiba, na zona oeste do Rio.

História original de Cris Morena, adaptada por Margareth Boury, direção geral de Ivan Zettel e direção de Teledramaturgia de Hiran Silveira.


Patrocínio

Foram comercializadas duas cotas de patrocínio master (nacional) no valor de R$ 43.402.500,00 cada para Avon e Activia (Danone).




Rebelde estreia amanhã, dia 21, e será exibida alta definição (HD) de segunda a sexta às 19h, na Record.


Acesse o site da novela.

Siga o Twitter da novela.

Acesse o Facebook da novela.

Acesse o Orkut da novela.


Fonte: Assessoria de Comunicação da Rede Record




blog comments powered by Disqus