sexta-feira, 11 de junho de 2010

Globo.com vira alvo de reclamações devido à falta de estrutura e capacidade

Globo.com virou alvo de críticas dos internautas por causa da transmissão vagabunda precária da Copa do Mundo da África do Sul.

As reclamações já eram constantes ontem com a transmissão da cerimônia de Celebração da Copa, e hoje se intensificaram com a [tentativa de] transmissão dos primeiros jogos do Mundial.

Na verdade a falta de qualidade, instabilidade e notória precariedade de infraestrutura já eram percebidas na primeira transmissão relacionada à Copa, o Amistoso Brasil x Tanzânia, na segunda-feira, dia 07.

As transmissões das partidas ocorrem pelo site Globoesporte.com – dentro da Globo.com – e são abertas e gratuitas, mas os poucos internautas que conseguem algum acesso estável às transmissões se deparam com imagens dessa qualidade:

Outros ficam só no aviso de “reconectando”:

E tem ainda a terceira opção, o aviso de “Ops” (que não tem graça nenhuma) jogando a culpa nas operadoras de banda larga. Essa, a mais ridícula, amadora e infantil possível. A começar pelo fato de que os mesmos internautas que não consegue assistir pela Globo.com estão assistindo por outros sites, a citar a transmissão da cerimônia de Celebração da Copa pela VEVO. E, eu pelo menos, não achei NENHUMA reclamação relacionada à transmissão da VEVO.(Não que seja realmente possível à comparação da qualidade e know-how da VEVO com a Globo.com)

Podendo-se então descartar qualquer tipo de falha das operadoras de banda larga. Até porque, seria improvável que todas as operadoras banda larga dessem problema ao mesmo tempo, haja visto que os internautas acessam o site da Globo.com através de várias operadoras. Inclusive há reclamações até de internautas que usam a NET como operadora, empresa que é da Globo.

Em relação a Globo.com, pode-se observar dois grandes erros: o primeiro é a falta de infraestrutura e capacidade; e o segundo é a falta de separação de assinantes e não assinantes.

Não que eu não apoie a transmissão aberta e gratuita, pelo contrário. Mas a Globo.com tem usado a transmissão dos jogos da Copa na veiculação de suas propagandas em TV, rádios, jornais, revistas e na própria internet. Ou seja, ela está VENDENDO aos assinantes da Globo.com a transmissão dos jogos da Copa do Mundo da África do Sul, com isso, passa a ter OBRIGAÇÃO de entregar o produto que vende.

E não é isso o que a Globo.com tem feito, ao passo que só há um tipo de acesso que não diferencia assinantes de não assinantes, e no final nenhum dos dois internautas – nem o que paga e nem o que não paga – consegue assistir às transmissões pela internet.

As reclamações relacionadas à área de vídeos da Globo.com não vêm de hoje.
A transmissão da Globo News – só para antigos e poucos assinantes – vira e mexe está fora do ar.
As transmissões sazonais do Big Brother Brasil – só para assinantes – são também alvos constantes de reclamações dos internautas por serem instáveis, quando não estão totalmente fora do ar.

Isso sem mencionar a falta de qualquer tipo de compromisso com a manutenção dos vídeos (on-demand) do portal, que simplesmente são apagados sem cerimônia, regra ou explicação. Quem tem blog ou site, já se deparou com a situação de inserir algum vídeo com o player da Globo.com e a qualquer momento o vídeo simplesmente some e fica o player sem o vídeo.


Leia a matéria doIDG Now! sobre as reclamações dos internautas sobre a “não-transmissão” da Copa pela Globo.com.

Caso também foi notícia no BlueBus.




blog comments powered by Disqus