domingo, 4 de outubro de 2009

Rede Globo e seu jornalismo classe A

Os últimos acontecimentos no continente asiático e Oceania - terremotos, tsunami e tufão -, por sua gravidade, têm sido bastante noticiado pelas maiores emissoras do mundo.

A americana ABC - maior emissora do mundo - está noticiando os acontecimento e conta com um correspondente na região:

A americana CBS - segunda maior emissora do mundo - também está cobrindo os acontecimentos e também tem um correspondente na região:

A americana NBC - terceira maior emissora do mundo - tem também um correspondente que trás as últimas notícias da região afetada:

A americana CNN - maior emissora a cabo do mundo - também está presente na região e trás informações atualizadas por áudio e vídeo:

A britânica BBC - maior emissora pública do mundo - também conta com um correspondente na região das catástrofes:

Do Catar, a Aljazeera conta também com um correspondente na região:

Do Brasil, a Rede Record também tem um correspondente que está lá na região, que trás inclusive informações em áudio e vídeo ao vivo nos telejornais da emissora:

Enquanto isso... na Rede Globo, tida até então como a quarta maior emissora de televisão do mundo, só imagens e informações compradas de agências de notícias e link direto do escritório em Tóquio - bem longe dos acontecidos:

Seria o jornalismo da Rede Globo classe "A"?

"A" de acomodado!




blog comments powered by Disqus