quinta-feira, 21 de maio de 2009

Outra vez a Telefônica Speedy apresenta falha e prejudica São Paulo

Telefonica


Na manhã de segunda-feira, 18 de maio de 2009, passado pouco mais de um mês da - até então - última falha, o serviço de banda lerda da Telefônica, o Speedy, voltou a apresentar problemas e prejudicar usuários empresariais e residenciais no Estado de São Paulo inteiro.

A Telefônica sequer pagou (abateu) em conta os problemas da crise passada, e já apresentou novos problemas.

Os problemas se iniciaram na manhã de segunda (18), e o serviço só começou a ser restabelecido no inicio da tarde de terça-feira (19). Praticamente, durante todo esse período os assinantes do Speedy não conseguiam se conectar ao serviço.

É indispensável ressaltar que a Telefônica só assumiu o problema no final da noite de segunda-feira, e após uma pressão muito grande dos assinantes e da mídia.

Comportamento típico da empresa, que tem como único compromisso o DESRESPEITO ao cliente.

Por meio de nota, na terça-feira (19), a Telefônica informa que o Speedy:

"... apresentou três ocorrências que causaram dificuldades de navegação na internet. A primeira delas teve início às 12h30, com restabelecimento do serviço às 14h55. O segundo período aconteceu entre as 16h15 e 18h00, quando a situação voltou ao normal. O terceiro período foi registrado a partir das 20h30, com retorno parcial às 21h05 e normalização às 23h40."

A empresa, já acostumada com falhas, sequer teve a decência de otimizar o atendimento do cliente. Simplesmente, reduziu o acesso pelo 10315 (sendo assim as pessoas que ligavam encontrava sinal de ocupado) e orientou que os funcionários apenas informassem que o cliente deveria esperar. Como se, a Telefônica ao invés de ter que prestar um serviço pago - muito bem pago, diga-se de passagem - estivesse fazendo um favor, tendo a prerrogativa de pedir pra esperar. (no mínimo ridículo, claro)

É importante que as pessoas entrem em contato com o 10315 e verifiquem se a empresa vai fazer abatimento do período em que NÃO prestou o serviço. Caso positivo, o cliente deve verificar o período que vai ser descontado é mesmo condizente com o período em que a Telefônica não prestou o serviço. (é importante que o abatimento não seja inferior a 24 horas, duração média mínimo em que ocorreram os problemas)

Caso venha a ter qualquer tipo de problema, o cliente pode e deve entrar em contato com a Anatel através do número gratuito 133 ou procurar o PROCON.





"FICHA CORRIDA" DA TELEFÔNICA:

09.04.2009 - Telefônica Speedy MAIS uma vez apresenta falha e volta a prejudicar SP

19.03.2009 - O que EU achei do Caso Marcelo Tas X Telefônica

01.12.2008 - As novas regras de atendimento ao Consumidor

15.07.2008 - A verdade sobre o suposto abatimento da Telefônica

09.07.2008 - Telefônica estaria perdendo clientes por causa da pane

08.07.2008 - "Telefônica" acredita ser sabotagem. Uma desculpa para a Pane do Speedy

07.07.2008 - 5º dia, problema com Speedy persiste

04.07.2008 - Às últimas sobre a desfaçatez da Telefônica

04.07.2008 - Problema com Speedy persiste, entra no 3º dia

03.07.2008 - Speedy fora do ar: Como agir?

03.07.2008 - Raio-x Telefônica e Pra que serve a Ouvidoria da Telefônica?

25.05.2008 - Telefônica / Speedy bloqueou acesso ao Google Pages!

22.05.2008 - Brasil Telecom, Telefônica, Oi e NET praticam traffic shaping

22.05.2008 - IDEC aponta Telefônica-Speedy como pior opção

10.12.2007 - Procon afasta diretora após "festinha" da Telefônica

10.12.2007 - Intercâmbio a ser evitado

08.12.2007 - Telefônica promove "festinha" para o Procon

17.10.2007 - Tem coisas que só a Telefônica faz pra você

09.10.2007 - Telefônica deve disponibilizar detalhamento das chamadas locais

08.10.2007 - Telefônica/Speedy falta de ética e de respeito

04.10.2007 - Isso é Telecomunicação?

01.10.2007 - Telefônica continua agindo de má fé

29.09.2007 - Telefônica é PROIBIDA de exigir provedor, e terá que indenizar consumidor




blog comments powered by Disqus