quarta-feira, 9 de julho de 2008

Telefônica estaria perdendo clientes por causa da pane

Ontem, matéria do jornal O Estado de S. Paulo relatava que a falta de um plano B e a demora na solução da pane no Speedy, pode custar clientes à Telefônica.

A matéria de Marili Ribeiro e Michelly Teixeira afirma que, além dos clientes residenciais e empresas, consultores e executivos criticam à Telefônica por solução demorada.

A cara de bobo do presidente do Grupo Telefônica no Brasil, Antonio Carlos Valente, não convenceu a ninguém, pelo contrário. A visível falta de controle dos equipamentos da Telefônica e o notável despreparo dos funcionários, sendo que o problema ainda persiste em várias localidades, apenas reafirmou a imagem negativa que à Telefônica vem construindo desde 1998, quando se instalou no país. Se junta a isso, à total falta de capacidade e respeito em atender os cliente e até veículos de comunicação.

Sabe-se lá porque, a empresa sempre se achou acima da opinião que seus clientes tinham dela, e até mesmo da opinião pública em geral. Parece que antes ela ria da cara dos outros, incluindo do PROCON e ANATEL, mas agora quem está rindo mesmo são os clientes (infelizmente prejudicados) e a concorrência.

Ainda de acordo com a matéria, até o comercial feito às pressas por pressão de multas, que supostamente foi veiculado na mídia, foi alvo de críticas. Uma vez que foi usado como "garoto propaganda" o ator Paulo Goulart, que atuou na novela "Duas Caras" interpretando Heriberto, um professor sem muito caráter.

Eu fiquei sabendo, extra-oficialmente, que o número de ligações no setor de vendas da empresa caiu substancialmente nessa última semana. Que o fluxo de ligações está absurdo no setor de suporte e reclamações (pra constatar isso é só ligar no 10315), e que até funcionários do setor de vendas estão atendendo reclamações temporariamente.

Quem tem aproveitado, com toda razão e bom humor, é a NET. Com o slogan "Internet é NET!", a empresa tem colocado anúncios nos principais jornais, revistas e canais de televisão.

Esse é o anuncio na revista Veja dessa semana, sugerindo que alguma coisa queimou:

Exatamente igual a esse, tem saído também nos jornais ocupando uma página inteira.

Na televisão, além do já tradicional anúncio "dá Sibéria":

Agora, também está no ar, um anúncio irônico com raios.
O apresentador fala algo do tipo: "Internet é NET! E que caia um raio sobre a minha cabeça se eu estiver mentindo!". Um raio cai atrás dele, e ele completa "... vai, pode cair...". Vários raios começam a cair atrás dele sobre as pessoas no parque, cessam os raios, sai lá de trás vivo um vendedor de balões assustado correndo "Internet é NET! Internet é NET!". Sugerindo que depois dos incidentes, teria apreendido a lição.
Contanto assim não é muito engraçado, mas assistindo é muito cômico e bem feito. Não achei o vídeo, talvez porque seja recente. Veja imagens:

As propagandas são bem humoradas, mas não pense que é bem assim, que "Internet é NET" e que à NET é mil maravilhas. O atendimento da empresa é praticamente igual ao da Telefônica, que é o pior do Brasil.

Apesar de ter realmente uma conexão melhor, mais estável, e com compatível com a velocidade realmente contratada, a empresa prática traffic shaping.


Leia também:
"Telefônica" acredita ser sabotagem. Uma desculpa para a Pane do Speedy
5º dia, problema com Speedy persiste
Às últimas sobre a desfaçatez da Telefônica
Problema com Speedy persiste, entra no 3º dia
Speedy fora do ar: Como agir?
Telefônica / Speedy bloqueou acesso ao Google Pages!




blog comments powered by Disqus