terça-feira, 8 de julho de 2008

"Telefônica" acredita ser sabotagem. Uma desculpa para a Pane do Speedy

Primeiro acreditava-se que tinha sido o Papai Noel (se preferir entenda como "evento complexo e raro") o responsável pela pane na Telefônica, que prejudicou um número incalculável de pessoas. Estima-se, por baixo, que 40 milhões de pessoas tenham sido prejudicadas indiretamente, 3.500 empresas diretamente, e pelo menos seus 2,1 milhões de assinantes do Speedy também diretamente.

Porém, agora, tem sido veiculado na imprensa (uma das fontes) uma informação de funcionários da Telefônica que acreditam que foi uma sabotagem.

Isso me soa muito cômodo. Uma vez que a empresa pode receber multas astronômicas (ANATEL, PROCON, e empresas com as quais mantém contrato), uma desculpa dessas pode injustificar essas multas.

Sabotagem ou não, à Telefônica tem que cumprir com suas obrigações e responsabilidades, a começar com os prejuízos causados. Vamos supor que um cliente é roubado indo de sua casa até o banco para pagar a conta de telefone, e aquele dinheiro em sua posse seja o único que o cidadão tem. Mesmo tendo sido roubado, ele não pode usar isso como desculpa, mesmo obvio, nesse caso, que ele não tenha culpa, para não pagar a conta. Ou ele se vira e paga, ou não paga na hora e paga juros, correções, e passa pelo constrangimento de receber aqueles avisos de cobranças.


Um recado ao Sr. Antônio Carlos Valente¹                                 Comunicado Telefônica²
 


A Telefônica sabe muito bem pelo que ela preza: o dinheiro, somente. Nunca ligou para o cliente e sempre o desrespeitou. Portanto, ciente dos preços astronômicos que cobra e de sua imagem junto à opinião publica, está recebendo tudo o que tem colhido desde 1998 quando se instalou no país. Espero que pelo menos isso sirva de lição, e a empresa comece a respeitar o consumidor.

Acho importantíssimo que todos, sem exceção, clientes peçam o abatimento do período, não inferior a três dias. Que o PROCON multe a empresa pelo que fez, o que deixou de fazer, e pra servir de exemplo e chamar à atenção da empresa para com suas obrigações e responsabilidades. E ANATEL a mesma coisa.

É importante que as pessoas persistam, reclamem, liguem para saber informações e cobrar soluções.

Durante um período de até três meses, os clientes podem e devem encaminhar reclamações ao PROCON, através do telefone 151 e a ANATEL, através do telefone 0800 332001.

Vale o conselho! Aqueles que têm em sua região outro serviço de internet, façam à troca. Está comprovado que à Telefônica além de ter os planos mais caros, não tem nenhuma qualidade.

¹ - O vídeo "Um recado ao Sr. Antônio Carlos Valente" foi achado no YouTube, não foi feito pelo dono desse blog, apesar dele assinar embaixo de tudo o que está escrito.
² - Esse é o suposto comunicado exibido pela Telefônica. Eu não vi ser exibido em nenhum canal aberto, em nenhum horário.


Leia também:
5º dia, problema com Speedy persiste
Às últimas sobre a desfaçatez da Telefônica
Problema com Speedy persiste, entra no 3º dia
Speedy fora do ar: Como agir?
Telefônica / Speedy bloqueou acesso ao Google Pages!




blog comments powered by Disqus