quarta-feira, 2 de julho de 2008

Sobre a suposta espionagem da Record

Muito está se falando sobre um funcionário da Globo passou informações sigilosas para um funcionário da Record.

Hoje, na coluna "Outro Canal" na Folha, o Daniel Castro explica que "seria uma lista de fornecedores de madeira para a confecção de cenários".

Só não entendo uma coisa. A madeira usada nos cenários do PROJAC não vêm das árvores da Mata Atlântica derrubadas lá do lado do PROJAC mesmo?

Sei lá né. Talvez à Globo terceirize essa "extração". Fato é que se o IBAMA fizesse um monitoramento da área, ia achar desfalques maiores que os lá da Amazônia.

Bom, a coluna também informa que a Record dá como "invenção" essa história de espionagem. Eu também acho isso e já tinha falado.




blog comments powered by Disqus