quinta-feira, 10 de julho de 2008

Repercussão da petulância

A petulância do "Jornal Nacional", da Globo, continua repercutindo.

A Folha Online, afirma que o jornalista Cesar Tralli teria um parente de primeiro grau na cúpula da Polícia Federal. E que essa seria a segunda vez que ele obtém informações sigilosas da PF de maneira ilegal.

O diretor-executivo de jornalismo da Central Globo de Jornalismo, Ali Kamel, divulgou nota rebatendo as informações da Folha. Segundo ele, a TV Globo não obteve autorização para filmar a ação, e completa dizendo que "a TV Globo jamais pediria autorização à autoridade policial para filmar uma ação...".

Ainda segundo a nota, publicada pela Folha Online, para a TV Globo foi apenas um furo de reportagem alcançado através de meses de trabalho. Ali Kamel só não explicou como então, se o Cesar Tralli não tem nenhum parente na PF e nem obteve autorização para participar das investigações, teve acesso às informações. Seria perseguição a funcionários e policiais da PF? Grampos telefônicos?

Fato é que a Globo e sua equipe de reportagem continuam na ilegalidade, e isso não deve ser suportado nem mesmo pela imprensa.

Ainda bem que as "trambicagens" da emissora estão sendo identificadas, pontuadas e divulgadas.

O engraçado é que quando é com ela, a emissora faz o maior escândalo e julgamento. Como por exemplo, no recente "suposto" caso de espionagem, em que a TV Globo acusa à Record, mesmo sem ter certeza e ter como provar, que a mesma teria lhe espionado.

É triste ver como uma suposta "credibilidade" é construída, com muita tramóia e ilegalidade.

Entretanto, segundo a própria Folha Online, o jornalista Cesar Tralli será convocado a prestar esclarecimentos à sindicância da PF.

Ainda desaforada, à nota crítica o Ministro da Justiça por ter pedido desculpas às outras emissoras. Ressalta que o pedido de desculpas é "injusto com as demais emissoras, por acreditar que elas só sejam capazes de dar furos se, antes, forem 'avisadas'".

Fico pensando, será mesmo que o Cesar Tralli recebeu em um sonho essas informações? Faria inveja a vários videntes! Talvez estivesse escrito no papel higiênico da casa dele!

Olha, se passar por vidente dá mais dinheiro que ser jornalista, dá menos trabalho, e também é ilegal.




blog comments powered by Disqus