segunda-feira, 16 de junho de 2008

SKY Vs. MTV, uma briga ridícula

Algumas empresas realmente não têm o mínimo de senso do ridículo.

A SKY, que é ligada às Organizações Globo, parou de transmitir a MTV, que é ligada ao Grupo Abril. Até ai tudo bem, ninguém morre por ficar sem SKY e muito menos se ficar sem a MTV.

Fato é que, a MTV alega que ganha pouco e quer ganhar mais da SKY. A SKY por sua vez acha que já paga muito e não quer pagar mais. Claro que por trás disso tem vários outros pontos na discussão, mas que não tem relação com o telespectador/cliente.

Sendo assim, a SKY tirou a MTV de sua grade.

A MTV usou a revista Veja, que saiu esse final de semana, para jogar a culpa na SKY (leia a matéria, apenas para assinantes).
E hoje, a SKY colocou uma declaração na primeira página da Folha e do Estadão para rebater as acusações (leia o comunicado).

Porque as duas empresas não resolvem isso internamente. Porque não usam os seus próprios sites para comunicados e esclarecimentos?

Outro ponto, vale relembrar também que em tese a tv a cabo ou satélite é paga, para que não haja necessidade de propaganda. E isso hoje não funciona, a tv a cabo é um negocio ultra-rentável que ganha dos dois lados, anunciantes e clientes.

Portanto, poderiam pelo menos nos poupar desse tipo de rixa infantil e medíocre.

A SKY principalmente poderia ter o discernimento de que tirar um canal do ar não é bem visto pelos seus assinantes, seja o canal que for. E, que se feliz ou infelizmente seus assinantes querem o "tal" canal, nesse caso a MTV, ela deve arcar com os custos. É justamente pra isso que ela é paga.

E a MTV também deveria investir em seu autocrescimento e não ficar se baseando em outras empresas. Afinal de contas, a MTV é um canal da tv aberta e não fechada. Inclusive onde eu moro, Peruíbe, já faz um tempão que, não sei porque, enceraram o sinal. E nem por isso eu vi matéria na Veja.




blog comments powered by Disqus