quarta-feira, 25 de junho de 2008

Será que vai acabar a farra das tvs pagas?

A coluna "Outro Canal" de Daniel Castro, na Folha de S.Paulo, informa que o PL-29 que tramita na Câmara dos Deputados poderá restringir a quantidade de propaganda na tv paga (leia na íntegra, para assinantes). A informação foi citada também pelo site VOX NEWS.

Atualmente, a quantidade de propaganda veiculada nos canais pagos, chega a ser superior a dos canais de tv aberta. Ou seja, não há motivo e justificativa nenhuma pra essa festa.

Eu sinceramente acho que isso não é bem da conta da Câmara e nem do Senado, porém, também acho que cada setor provoca até conseguir o que não quer, portanto acho bem feito.

E, na minha opinião, deveria ser proibido propaganda de qualquer tipo - de qualquer espécie e em qualquer horário - na tv paga. Pra não dizer que eu sou radical, eu até permitiria "1%" de propaganda, ou seja, a emissora teria que ter programação inédita "24 horas" por dia, para ter direito a veicular "24 minutos" de propaganda durante esse dia. (é uma figuração, 1% não corresponde a 24 minutos) E as propagandas deveriam ser exclusivas para a tv paga, com qualidade, e conteúdo cultural, nada de ficar anunciando porcaria e besteirol.

Afinal de contas, a tv paga é PAGA pelos assinantes justamente para não depender de propaganda. Outra coisa, a programação e os canais da tv paga, em geral e sem exceção, estão deixando e muito a desejar, por tanto não vejo uma ponta sequer de justificativa para ganhos duplos. Ou paga o assinante ou se mantém com anúncio. E ponto final.

A coluna informa ainda que, a Abert (Associação Brasileira de Rádio e Televisão) apóia a redução, entretanto o motivo dela é defender os interesses das tvs abertas.

Ou seja, o consumidor está mesmo f*, num pode contar com a honestidade empresa que paga, não pode contar com entidades de classe, não nem contar com seus deputados e senadores (pode esperar que ai tem, não ache que a medida vem mesmo pra melhorar).

Ah, eu sou meio contra essa questão de controlar o que as tvs pagas vão exibir, no sentido de, ter que exibir canais da Abril, da Band... e tal. Infelizmente se a Globo controla a SKY, que as empresas que não gostem se juntem e façam outra empresa de tv por assinatura, por exemplo. Ou então, que tivessem comprado participação na Directv antes dela ser vendida ou até isso impediria que ela fosse vendida, enfim.

Por exemplo, de acordo com que eu andei lendo, atualmente o Grupo Bandeirantes devêm 6 emissoras de rádio transmitindo em SP. Isso não pode! Isso não é um monopólio também? Pois então.

OBS: E eu não sou contra propaganda e nem apresentação de produtos, pelo contrário, adoro assistir Shoptime, Bestshoptv...
Sou contra a balburdia que está, e outra, esse canal ou esse espaço é bem claro no que faz.




blog comments powered by Disqus