segunda-feira, 9 de junho de 2008

Rede McDonald's retira tomate por precaução


Foto: Food in mouth

A rede americana de fast-food McDonald's, no Canadá, removeu temporariamente o tomate do seu cardápio, depois que a Agência de Alimentação e Drogas da União Européia advertiu sobre um surto de salmonela. Avisos enviados as franquias ao redor do país, informam sobre a falta do ingrediente.

Em uma declaração ao site CTV.ca, no último sábado, o McDonald's disse que não registrou nenhum problema relacionado a essa questão até à data, mas que considera esta uma "medida cautelar".

A Agência Americana de Alimentação e Drogas - FDA alertou, no sábado, consumidores e os restaurantes americanos sobre um surto de âmbito nacional de um tipo raro de Salmonela, que são ligadas a certos tipos de tomates vermelhos, aconselhando que o consumo de tomates deve ser limitado.

Desde meados de abril, foram notificados 145 casos desse tipo de salmonela nos Estados Unidos. E, pelo menos 23 internações relacionadas. Até agora não há registro de mortes.

O tipo específico ou origem do tomate contaminado com bactérias perigosas estão sendo investigadas. A salmonela pode causar graves infecções e por vezes fatais, em particular nas crianças, doentes e pessoas idosas. Sintomas comuns incluem febre, diarréia, náuseas, vômitos e dores abdominais.

Não há informações se o procedimento também foi adotado no Brasil.

Com informações do site CTV.ca e da Record News




blog comments powered by Disqus