segunda-feira, 2 de junho de 2008

Adobe Buzzword, e seus outros serviços on-line

Adobe Buzzword

Buzzword é o editor de texto da Adobe. Mais ou menos como o Google Docs, o Zoho ou o Aprex.

De acordo com a Adobe é o primeiro editor de texto verdadeiramente baseado na web, foi criado para tornar mais fácil e divertida a maneira de escrever, colaborar e trabalhar em conjunto.

A Adobe, que recentemente também anunciou novidades no Photoshop Express, a versão reduzida e on-line do seu famoso editor de imagem, o Photoshop.

Adobe Buzzword

Buzzword é um processador de texto, mas que opera dentro de um navegador. Por ser baseado na web, o documento fica armazenado em servidores na internet. Sendo assim, pode ser acessado a partir de qualquer conexão, sem a necessidade de estar em um determinado computador, ou ter que enviar arquivos para o e-mail ou transportá-los em pendrive ou mídias. A Adobe avisa que não é por funcionar através da internet que tem a performance reduzida ou é lento.

O editor de texto da Adobe permite, além de criar ou editar um texto, criar listas e tabelas, inserir imagens e comentários. Você pode criar um novo documento direto no serviço ou importar um documento já existente em seu computador, e assim fazer as edições necessárias. Posteriormente, é possível exportar o documento em vários formatos, entre eles *pdf, *.doc, *.txt, *.xml e *.zip, e também permitir que outras pessoas tenham acesso e até façam alterações.

O serviço tem também um corretor ortográfico, e permite que sejam inseridos termos e expressões pessoais ou que não estejam incluídas. Uma característica interessante é que ele salva não apenas a versão atual de um arquivo, ele vai armazenando varias versões, sendo que depois pode ser visto o histórico de mudanças.

O editor agora faz parte do portal Acrobat.com. Onde também ficam os serviços:

ConnectNow, que é basicamente um serviço de conferência, com vídeo e som, e até troca de arquivos;
Create PDF, permite converter arquivos para o formado *.pdf;
Share
, cria um código (embed) para exibição dos arquivos armazenados em outros sites ou blogs, ou envia os arquivos selecionados por e-mail; e
My Files, onde o usuário pode armazenar diversos formatos de arquivos entre imagem, áudio, vídeo, fontes, arquivos de sistema ou executáveis e arquivos de base de dados.

Todos esses serviços são gratuitos, estão em fase beta e em inglês. Estão armazenados em servidores usando o endereço e protocolos "https: / /", que de acordo com a Adobe é mais seguro e acessível, porém usuários do sistema operacional Linux poderão ter algumas dificuldades de upload. Os serviços já são compatíveis com os navegadores Firefox 3 (windows) e Safari 3 (Macintosh).

O novo portal Acrobat disponibiliza 5 GB de armazenamento. É independente do serviço Photoshop Express, que disponibiliza 2 GB.




blog comments powered by Disqus