domingo, 11 de maio de 2008

Ponte Estaiada Octávio Frias de Oliveira

Foi inaugurada ontem na cidade de São Paulo, a ponte estaiada Octávio Frias de Oliveira. A nova ponte leva o nome do fundador do Grupo Folha, do qual fazem parte o jornal Folha de São Paulo, o provedor UOL, entre outros. Octávio Frias de Oliveira faleceu a pouco mais de um ano, aos 94 anos.


Foto: Tatiana Sapateiro                                                   Foto: Junior Franzin


Participaram da inauguração, o prefeito Gilberto Kassab, o governador José Serra, familiares do homenageado e cerca de outras 300 pessoas. Houve queima de fogos e desfile de carros antigos.

Ligando a Avenida Jornalista Roberto Marinho à Marginal Pinheiros, a nova ponte deve ajudar no trânsito caótico de São Paulo, mas beneficiar principalmente os motoristas que circulam pela região. E já foi iniciado o projeto para construir um túnel ligando a Avenida Jornalista Roberto Marinho à Rodovia dos Imigrantes, que deve ser concluído até 2010.


Foto: Leonardo Sanches                                                   Foto: Pétria Chaves


A ponte estaiada faz parte de um complexo viário que começou a ser projetado em 2003 e inicio das obras em 2005, a cargo da construtora OAS. O investimento foi na ordem de R$ 260 milhões, envolveu cerca de 420 funcionários, que se revezaram em dois turnos.


Foto: Folha Imagem


Erigidas em concreto armado propendido, as alças foram construídas simultaneamente para que contrabalançassem. Já que não foi possível usar o rio nem as marginais para fazer o escoramento. A obra consumiu aproximadamente 58 mil metros cúbicos de concreto e 500 toneladas de aço.


Foto: Guto Magalhães



A estrutura grandiosa e imponente, tem à base um mastro de 138 metros de altura no formato de 'X', que junto a 144 estais revestidos de polietileno, sustentam as duas pontes, cada uma com 1400 metros de extensão e 16 de largura. Que suportam até 4 mil veículos por hora em cada sentido e ventos de 250Km por hora.

O projeto foi criado para causar o menor impacto ambiental e estrutural possível. O ângulo de 60º, é a maior angulação entre as pontes estaiadas do mundo, que costumam ter de 10º a 15º.



Infográfico: G1






blog comments powered by Disqus