quarta-feira, 30 de abril de 2008

Windows Vista, definitivamente uma furada

Windows VistaFalhas, erros, lentidão, instabilidade, incompatibilidade, falta de segurança, avisos incômodos... que resultam em muita dor de cabeça, irritação, raiva... essas são as definições mais corretas que traduzem o "Windows Vista".

Steve BallmerLançado mundialmente no dia 30 de janeiro de 2007, diga-se de passagem com dois anos de atraso, orçado em US$ 6 bilhões o sistema operacional fora anunciado como o mais seguro do mundo - "A segurança é, sem dúvida, a grande arma do Windows Vista", disse Steve Ballmer, o executivo-chefe da empresa -, mas até isso já esta comprovado que não é verdade.

Recém-lançado o sistema já começou a colecionar insatisfeitos, por incompatibilidade de software e hardware, preços altos, instabilidades, e principalmente falhas, tão logo, começou-se a aguardar ansiosamente o "Service Pack", o pacote de atualização, que viria resolver alguns problemas. Vários decidiram desinstalar o novo sistema e voltar a usar o Windows XP.

Lenovo, Acer, Dell e HpSeis meses depois: "Toda a indústria está desapontada com o Vista. E isso não vai mudar no segundo semestre... A estabilidade certamente é um problema", disse Gianfranco Lanci, presidente da quarta maior fabricante de computadores do mundo, a Acer.
Outros fabricantes como Dell, HP, Lenovo e Toshiba continuaram vendendo máquinas novas com sistema operacional antigo.
Fabricantes de softwares também não estavam muito animados.
Mas, em desfaçatez, a Microsoft diz que apenas 8% dos usuários "tinham uma visão desfavorável" ao novo sistema operacional, os outros 72% estavam satisfeitos.

Mike SievertOnze meses depois, a revista americana "PC World" promove uma votação, na qual o Windows Vista foi considerado o pior produto de informática do ano. Outras mídias especializadas também elegeram o Vista com a grande decepção do ano.
O vice-presidente corporativo da Microsoft, Mike Sievert, rebate: "Francamente, o mundo não estava 100% pronto para o Windows Vista".

Um ano depois, a Microsoft anuncia, supostamente, que alcançou a meta de 100 milhões de licenças vendidas. Junto ao anúncio da aposentadoria de Bill Gates, que a partir de junho (2008), se dedicará a redistribuir o dinheiro pago em excesso pelos seus sistemas operacionais. Ou seja, ele faz filantropia com o dinheiro alheio.

Em 1º de Março, a Microsoft anuncia redução de preços do Vista, na esperança de conseguir vender, o que muitos não querem comprar.

Microsoft Windows 7Recentemente, em abril, sob as recorrentes reclamações do mundo, o assunto "sucessor do Vista" se intensifica. E Bill Gates declara que o Windows 7, apontado como o próximo sistema operacional, antes planejado para ser lançado em 2010, provavelmente será lançado já em 2009.

Dias depois, dois analistas do instituto Gartner afirmam que o Windows está em colapso. Michael Silver e Neil MacDonald classificaram como "insustentável" e em vias de um "colapso" a situação do Windows, e dizem que a Microsoft não tem correspondido às necessidades do mercado, apresenta uma imagem ruim em razão do legado de duas décadas de código fechado e enfrenta séria concorrência em várias frentes.

A "aposentadoria" do Windows XP está agendada para 30 de Junho de 2008 e o suporte até 14 de abril de 2009.

Os protestos continuam e o site Infoworld.com está com um abaixo-assinado no ar, contra a descontinuação do XP. Que já conta com 170 mil assinaturas.

David B. CrossDurante a RSA 2008, conferência sobre segurança da informação ocorrida em São Francisco nos Estados Unidos, David B. Cross, diretor de Gerência de Programas, divisão de Segurança do Windows, disse que o UAC (User Account Control) foi feito para irritar o usuário.

Dia 15 de abril, a Microsoft libera o "Service Pack 1" para o Vista, em português. O pacote, supostamente, promete resolver alguns problemas dos milhares reclamados.
Windows UpdatePorém, nota-se uma disparidade na função do pacote, uma vez que o mesmo tem 544 Mbs (quase o tamanho do Windows 98) e distribuído apenas pela internet. Sendo inacessível a um usuário que não tenha internet ou que não tenha acesso à banda larga com velocidade razoável.
Vale salientar, que esses pacotes de atualização não são gratuitos como é anunciado, o valor está embutido no preço do software.
E esses pacotes de atualização, nada mais representam do que a confissão de erros e problemas no sistema operacional.

Outro fato relevante é que o SP1 demora cerca de 3 horas para ser instalado no computador. Pra efeito de comparação, a instalação do Windows Vista demora em média uma hora.

Imagine uma empresa, que tenha 40 computadores por exemplo, efetuando a instalação desse pacote de atualização.
Aliás, além de especialistas, analistas e consumidores, o Vista também não agradou as empresas, tanto que nem 8% das empresas que usam o sistema operacional da Microsoft, quiseram migrar para o Vista. Algumas que decidiram migrar, voltaram atrás.

No último dia 24, o mesmo Steve Ballmer, disse que a empresa pode reconsiderar a decisão de parar de vender o Windows XP.

Dia seguinte, foi anunciado uma queda de 24% nas vendas do Windows, que levou à Microsoft a uma redução de 11% no lucro do primeiro trimestre.

Com informações de jornais, revistas e agências, nacionais e internacionais.


Pessoalmente, uso o Windows Vista desde 05 de novembro de 2007, quando adquiri  um computador da HP, que infelizmente e obrigatoriamente vem com Windows Vista instalado. Por esse motivo e pela garantia, que eu ainda permaneço usando esse sistema operacional.

Passados quase 6 meses, posso dizer que só tive problemas. Além é claro da lentidão e instabilidade visível, incompatibilidade com inúmeros aplicativos e dispositivos, eu tive que formatar o computador duas vezes sob orientação da própria HP e da Microsoft, pois não acharam solução para os problema apresentados.

Alguns problemas foram: acesso à internet, ícones, gravação de arquivos em cd, transferência de arquivos (entre pastas, internet e dispositivos móveis), driver de vídeo, impressora, e por duas vezes uma falha que não permitia o acesso à minha área de trabalho. Inclusive até o Service Pack apresentou um erro.

Saliento também, a recorrente dificuldade de contato com a Microsoft pelo telefone 0800-8884081, seja por demora no atendimento ou falta de profissionalismo dos analistas. Atendimento esse, que não é prestado pela própria Microsoft, e sim terceirizado.

Haja vista que entrei em contato afim de obter esclarecimentos e informar sobre essa matéria e demorei 25 minutos até ser atendido. Em seguida, não obtive êxito em meus questionamentos e tampouco se incomodaram com a matéria.

Isso é bem exemplificado por esse vídeo, ouça.

Você pode ter achado engraçado e um absurdo uma pessoa ligar por esse motivo, nessa situação e falar o que falou.
Mas, absurdo mesmo, e isso você não deve ter notado, é que esse vídeo é um áudio gravado pela Microsoft.
Agora, como o áudio deixou a empresa e foi parar na internet é que é realmente o absurdo, além de crime.




blog comments powered by Disqus